O que é a logística integrada?

Vivemos em uma era digital. O constante desenvolvimento tecnológico revolucionou não apenas nossa vida cotidiana, mas também nossa vida profissional. A indústria de transporte e distribuição também mudou radicalmente devido às inovações da inteligência artificial. Não é por acaso que agora, mais do que nunca, ouvimos falar da logística integrada. Mas o que é isso?

O que significa logística integrada?

A logística integrada é versátil, forma parte integrante da gestão da cadeia de abastecimento e representa o uso de novas tecnologias dentro da cadeia de abastecimento. Tudo está interligado, é transparente e eficiente em termos de recursos. Dessa forma, os pontos fracos e fatores perturbadores no processo e na cadeia de abastecimento podem ser rapidamente descobertos e eliminados. O que isso significa para a logística?

Logística significa não apenas transporte de mercadorias, mas também a conclusão de tarefas versáteis como a aquisição de produtos e commodities, armazenamento de mercadorias e suas embalagens. O transporte de mercadorias através da rede de distribuição é a questão mais importante. O objetivo da logística integrada é melhorar a coordenação, o trabalho em rede e uma visão clara de todas as operações mencionadas acima e também dos atores de toda a cadeia de abastecimento, ou seja, fabricantes, fornecedores e agentes de carga. Para que isso seja possível, deve haver uma cooperação e comunicação muito boa entre todos os atores envolvidos e isso é mais importante do que qualquer tecnologia.

Somente se isto for assegurado, a aplicação de inovações digitais pode se tornar uma excelente ferramenta para a otimização dos processos logísticos: menos recursos são utilizados, o que é benéfico tanto para as empresas quanto para os consumidores. As empresas reduzem os custos enquanto os consumidores têm seus produtos entregues em um tempo muito curto.

Como ela funciona?

Tudo começa com o recebimento de um pedido de um cliente que é gerenciado por sistemas tecnológicos e funcionários em CRM (Customer Relationship Management). O uso de sistemas ERP (Enterprise Resource Planning) é um dos aspectos tecnológicos mais importantes da logística integrada. Mas o que é isso? É na verdade um software para a gestão de todas as atividades operacionais, desde a produção até a distribuição. Todos os departamentos estão interligados em rede. Um sistema ERP oferece uma visão clara e transparente de todos os processos operacionais e simplifica o reconhecimento de possíveis deficiências ao longo de toda a cadeia de fornecimento.

Após o recebimento do pedido do cliente, o CRM verifica através do sistema ERP se os requisitos para iniciar a produção são atendidos. Se as exigências não forem atendidas, o CRM pode encaminhar a consulta de compra via sistema ERP para o departamento de compras (compras) que envia os documentos necessários para os fornecedores. O sistema ERP funciona como um hub digital que reúne todos os atores da cadeia de suprimentos e simplesmente facilita a comunicação entre eles.

Após a solicitação de entregas, o próximo passo é o armazenamento. Assim que as embalagens chegam a um armazém, elas são digitalizadas e os dados são encaminhados para o centro de operações em tempo real. O sistema ERP atualiza o registro de eventos e o inventário. Em seguida, o processo logístico integrado termina com o armazenamento em um armazém e o envio ao cliente, as operações que são devidamente registradas no sistema. O estoque está sempre atualizado.

Isto significa que a logística integrada é essencialmente a aquisição e análise de dados. O seu monitoramento permite uma ação efetiva em diferentes níveis da cadeia de abastecimento. O uso de tecnologias modernas, tais como inteligência artificial e aprendizagem de máquinas também facilita a criação de modelos de previsão que otimizam a cadeia de abastecimento e podem prever e relatar imediatamente as falhas e interrupções ao longo da cadeia de abastecimento.

Gestão da cadeia de abastecimento: o futuro da logística

A logística integrada e a gestão da cadeia de abastecimento estão intimamente interligadas. Ela funciona como uma coordenação sistemática das funções e táticas comerciais tradicionais dentro de cada, que visa melhorar o desempenho a longo prazo dos diferentes players da cadeia de abastecimento.

As empresas já não operam no mercado como “freelancers”, mas coordenam com outros participantes da cadeia de abastecimento, primeiramente com os fornecedores. Portanto, a tendência apoiada pela gestão da cadeia de abastecimento inicia um ciclo positivo que traz vantagens para todos os atores da indústria e, em primeiro lugar, coloca em foco as necessidades do consumidor.

As vantagens que a gestão da cadeia de abastecimento e a logística integrada trazem, não só satisfazem as necessidades das empresas e dos consumidores, mas também, de certa forma, as do meio ambiente. A otimização da cadeia de abastecimento também significa a redução do consumo de energia e o uso eficiente do transporte de caminhões que é responsável por uma grande parte das emissões de CO2, bem como evitar corridas em vazio. Tanto a impressão como os serviços postais são utilizados com menos frequência. As notas de entrega, formulários de pedidos e inventários estão disponíveis em formato digital. Não é coincidência que as novas tecnologias também sejam consideradas as melhores aliadas para a economia de energia no caminho para uma logística sustentável.

Faça parte do mundo KMM e descubra todas as possibilidades, afinal, a logística nunca foi tão simples antes!

logística integrada
Leopoldo Suarez

Leopoldo Suarez

CEO da KMM | Partner nstech

Leave a Reply