Num piscar de olhos, o fim de ano empresarial está aí novamente. Com as últimas semanas se aproximando, vêm à tona também alguns prazos importantes para as empresas prestarem atenção, sobretudo no âmbito financeiro. O fechamento anual é o levantamento de tudo o que aconteceu durante o ano, financeiramente e fiscal, de modo com que o negócio consiga ver a real situação de suas finanças.

Saídas como pagamento de férias, 13º salário, brindes e festividades de final de ano, além dos gastos mensais como salário, benefícios, aluguel, luz e internet são apenas algumas contas que precisam estar em dia para que os empresários e responsáveis por esse departamento possam aproveitar os dias de recesso de maneira tranquila, organizada e planejada.

Como se não bastasse a preocupação com o ano que está terminando, ainda é preciso pensar no que está por vir. De modo geral, fazer uma previsão do fluxo de caixa garante o progresso das empresas. Isso significa ter o controle dos seus custos e despesas semanais, mensais e anuais para não ter perigo de ser surpreendido com alguma emergência. Se tudo isso for posto em prática bonitinho, as chances de sobrar algum dinheiro para fazer uma reserva e guardar para outros investimentos é grande.

Abaixo listamos alguns das maiores preocupações de fim de ano que as empresas têm de encarar e que envolve suas respectivas particularidades.

Fim de ano e o 13º salário

Mais aguardado que as próprias férias, o décimo terceiro salário é uma das principais despesas incluídas na rotina financeira de final de ano nas empresas. Se a empresa souber quanto vai precisar pagar lá no final do ano e conseguir guardar 1/12 deste valor por mês, então, em dezembro, já terá esse dinheiro disponível e não vai precisar correr atrás de algum banco para fazer um empréstimo.

Pagamento das férias 

De acordo com a Lei, a cada 12 meses consecutivos, todo colaborador CLT tem direito a um período de descanso anual sem prejuízo de remuneração. Além do mais, independentemente se sua empresa opta pelas férias coletivas, essa despesa deve ser considerada nas rotinas financeiras de final de ano.

Ao combinar as férias com cada colaborador, além do salário normal de cada mês, é preciso ter em conta o pagamento de 1/3 do salário, referente às férias. Isso quer dizer que um funcionário que recebe R$ 1.500 por mês, deve ganhar R$ 2.000 antes de sair de férias.

Este cálculo refere-se às férias padrão, mas também é possível que a empresa e o colaborador optem pelo pagamento das férias parciais, dividindo este tempo em mais de um período. Ou ambos podem também optar por vender um terço das férias ou adicionar esse valor com o adiantamento do 13º salário. Tudo vai depender do combinado que a empresa tem com o funcionário. De mesmo modo é interessante ressaltar que, ao contrário do salário, a empresa não é obrigada a pagar todos os benefícios como vale refeição ou vale alimentação no período de férias dos colaboradores.

Folha de pagamento e benefícios

Estes são gastos que não fazem necessariamente parte das rotinas financeiras de final de ano nas empresas, mas da rotina mensal. Entretanto, a principal dica neste contexto é preparar o fluxo de caixa da sua empresa no final do ano para não ter surpresas em janeiro. Ou seja, quando todos voltarem de férias, o ideal é que não falte dinheiro em caixa para fazer o pagamento dos salários e benefícios dos colaboradores.

Adiantamento de contas de fim de ano

Aquelas contas de água, luz, telefone, internet e outras despesas que também fazem parte do dia a dia e não somente das rotinas financeiras de final de ano nas empresas podem ser adiantadas, visando um relaxamento do caixa nas últimas semanas do ano. A sacada aqui é, além de deixar o financeiro mais tranquilo, ajudar a garantir que essas contas não serão esquecidas ou que você perca o desconto do adiantamento. Assim, você pode começar o ano sem essas preocupações.

E aí, tudo em ordem com as contas do seu negócio para este fim de ano? Esse tema foi extraído da pauta do episódio #68 da nossa série EntreModais, que vai ao ar toda segunda-feira às 13h45 e aborda diversos assuntos do mundo empresarial e do universo logístico. Acompanhe aqui como foi a conversa desse episódio!

Leopoldo Suarez

Leopoldo Suarez

CEO da KMM | Partner nstech

Leave a Reply