Clima

Como está o clima da KMM para você?

Você já avaliou o clima desse mês, mas caso tenha mudado algo ou não lembre de sua avaliação, nos informe

Posts

17/03/2013

Os quatro pilares do relacionamento interpessoal no trabalho

Entre os relacionamentos que temos na vida, os de trabalho são diferenciados por dois motivos: um é que não escolhemos nossos colegas, chefes, clientes ou parceiros; o outro é que, independentemente do grau de afinidade que temos com as pessoas do ambiente corporativo, precisamos funcionar bem com elas para realizar algo juntos.

 

Esses ingredientes da convivência no trabalho nos obrigam a lidar com diferenças de opinião, de visão, de formação, de cultura, de comportamento. Fazer isso pode não ser fácil, mas é possível se basearmos nossos relacionamentos interpessoais em quatro pilares: autoconhecimento, empatia, assertividade e ética.

 

Autoconhecimento – Fundamental para administrar bem os relacionamentos, autoconhecimento implica reconhecer nossos traços de comportamento, o impacto que causamos nos outros e que comportamentos dos outros nos incomodam. Por exemplo: uma pessoa objetiva e dinâmica, que gosta de agir com independência e rapidez para atingir seus objetivos, pode ter conflitos na interação com um colega de perfil mais cauteloso e metódico, que segue regras à risca e tem um ritmo mais lento por se preocupar com detalhes. Porém, se pelo menos um dos dois tiver autoconhecimento, pode utilizar estratégias que minimizam o conflito com o outro.

 

Empatia – Trata-se de considerar os outros, suas opiniões, sentimentos e motivações. Sem isso, não há como chegar a uma negociação ganha-ganha, fruto de um relacionamento equilibrado. A empatia também nos torna capazes de enxergar além do próprio umbigo e ampliar nossa percepção da realidade com os pontos de vista dos outros. Entre as várias coisas que se pode fazer para praticá-la, a mais básica é saber ouvir.

 

Assertividade – Para ter relacionamentos saudáveis, não basta ouvir: é preciso também falar, expressar nossas opiniões, vontades, dificuldades. É aí que entra a assertividade, a habilidade para nos expressar de forma franca, direta, clara, serena e respeitosa.

 

Ética – Ser ético é ter atitudes que não prejudiquem os outros, não quebrem acordos e não contrariem o que se considera certo e justo. Podemos ter muito autoconhecimento, ser altamente empáticos e assertivos, mas, se não nos conduzirmos pela ética, não conseguiremos manter relacionamentos equilibrados.

 

Fortalecer esses pilares traz melhorias não só para nossas interações no trabalho, mas também para as de outras áreas da vida – familiar, afetiva, social, de amizade. Vale a pena investir nisso – afinal, os relacionamentos são a melhor escola para o nosso desenvolvimento pessoal.

 

Texto original em: http://reginagiannetti.wordpress.com


Postado por Maria Alice Jovinski


04/03/2013

Convite Palestra 08/03 - KMM

Palestra 08/03


Postado por Maria Alice Jovinski


Postagens mais recentes 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 Postagens mais antigas
Organograma

Bem-vindo!

Mateus Canalle Haneiko

somando à área de Sinergia a partir de 13/12/2017


Feliz Aniversário!
Parabéns Jean Carlos de Melo 11/12

Jean Carlos de Melo

Parabéns Bruna Natali Cosmo 25/12

Bruna Natali Cosmo

Parabéns Lucas André Onetta 26/12

Lucas André Onetta

Parabéns Murilo José Sales Lopes 31/12

Murilo José Sales Lopes

Principal   |   Painel   |   Site   |   Webmail